• Portais do Grupo Hoje Comunicações

Unasp sedia reunião ordinária do Conseg de Engenheiro Coelho

A reunião teve como um dos destaques a apresentação do projeto pioneiro de segurança do município de Paulínia.

Na quinta-feira (4) aconteceu no Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) a reunião ordinária do Conselho Comunitário de Segurança do Município de Engenheiro Coelho (Conseg). O objetivo da reunião foi discutir temas relacionados à segurança pública da cidade. O capitão Rafael Cambuí, do 8º batalhão da polícia militar com sede em Campinas e atuação em Paulínia, esteve presente na reunião apresentando o projeto de segurança pública que garantiu a ação o prêmio de polícia cidadã.

O projeto pioneiro desenvolvido no município de Paulínia apresenta uma ação de trabalho conjunta em que a Polícia Militar e Guarda Municipal trabalham de maneira integrada. A iniciativa foi auditada pelo projeto “Sou da Paz”, que após um ano de acompanhamento, outorgou o prêmio polícia cidadã pela eficiência do plano. “Por vezes, historicamente, houve uma divergência de opiniões e alguma vaidade que impediam essas forças de trabalharem conjuntamente e eu achei que pudéssemos superar isso pelo bem da população”, afirma o Capitão Cambuí.

Um dos crimes de maior demanda recorrentes na cidade de Paulínia era o roubo de veículos. Após 1 ano da implementação do projeto os índices dessas ocorrências no município reduziram para 87% por cento.

O Conseg

As reuniões do Conselho de Segurança Pública pretendem unir a população em prol do bem-estar coletivo. Por isso o presidente do Conselho José Ramires destaca a importância de que todos estejam presentes para opinarem e oferecerem seu ponto de vista sobre o que eles acham pertinente para a cidade. “Através dessas reuniões nós conscientizamos a população do dever de estar cobrando e fiscalizando as entidades públicas sobre os seus direitos”, enfatizou.

A dona de casa Dirce Andrade esteve presente no encontro e fez questão de opinar sobre o que pensa da segurança de sua cidade. Para ela, essa é a maneira que ela tem de reivindicar melhorias para sua comunidade. “É o jeito de manifestar e expor os problemas que tem no nosso bairro. E se nós reunirmos mais gente vamos ter mais força para conseguir melhorias. Foi através do Conseg que conseguimos levar silêncio para o nosso bairro, isso não teria acontecido se ficássemos calados. Por isso gosto de participar”, completou.

Os dados de segurança dos primeiros meses e de anos anteriores de Engenheiro Coelho são publicados no site oficial da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo http://www.ssp.gov.br/Estatistica/Pesquisa.aspx e são abertos para o livre acesso da população.