Nogueirenses insatisfeitos com geração de empregos, diz pesquisa

Carteira de trabalho Pat Artur nogueira nogueirense

A pesquisa foi feita e divulgada pela Indsat

A Geração de Empregos da cidade de Artur Nogueira está com Baixo Grau de Satisfação. Os dados foram levantados pela INDSAT no 2º trimestre de 2019. Desta vez, o segmento registrou 357 pontos. Com a análise do segmento, o instituto busca compreender a percepção dos moradores sobre o assunto.

Ao todo, 400 pessoas fazem parte do levantamento. Esta é a 10ª vez consecutiva que a Geração de Empregos é classificada com Baixo Grau de Satisfação. Isso porque o segmento apresenta índices inferiores a 500 pontos.

Em 2017, a Geração de Empregos apresentou índices de satisfação entre 366 e 403 pontos. No ano seguinte, as pontuações ficaram entre 351 e 382, sempre com Baixo Grau. O Baixíssimo Grau de Satisfação é atribuído aos setores que recebem índices inferiores a 350 pontos.

Reprovação

O índice de satisfação é calculado a partir de uma metodologia exclusiva de classificação baseada nos critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”. Os resultados refletem exclusivamente a opinião dos moradores. Os índices vão de 200 a 1.000 pontos.

Do total de entrevistados, 85% disseram que a Geração de Empregos está “ruim” ou “péssima”. Para 4% dos moradores, o segmento está “ótimo” ou “bom”. Avaliações “regulares” somam 11%.

Entre as 16 áreas estudadas no município, a Geração de Empregos é o pior setor avaliado em Artur Nogueira. A INDSAT analisa os índices de satisfação com os serviços públicos nas 15 maiores cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC).