• Portais do Grupo Hoje Comunicações

Adolescente é detida com 278 pinos de cocaína no Bairro Nosso Lar

Adolescente é detida com 278 pinos de cocaína no Bairro Nosso Lar

Uma adolescente foi detida  nesta sexta-feira (1) por tráfico de drogas no  Bairro Nosso Lar. Além dos 278 papelotes de cocaína, a jovem foi pega com 100 gramas de cocaína a granel,  42 embalagens plásticas, três celulares, R$ 305,00 em moedas e R$ 30,00 em notas trocadas.

A equipe da ROMU estava em patrulhamento pelo bairro quando ao entrar na Rua Carlos Carlstron onde avistaram um casal defronte a uma residência.

Do acordo com os policiais, o rapaz foi identificado porque ele é famoso nos meios policiais pela prática de tráfico de entorpecentes. Ao avistar a viatura da ROMU, o jovem fugiu para o matagal, que exite próximo ao local, não sendo possível realizar abordagem.

Já a mulher, que estava consigo em frente a residência com a chave do imóvel em mãos, tentou adentrar o local. Todavia, os agentes conseguiram abordá-la ainda no lado de fora. Ao ser identificada, os policiais perceberam que ela era menor de idade e amasia do homem que fugiu.

A adolescente permitiu a entrada da equipe policial no imóvel. Tão logo a Polícia Municipal adentrou na cozinha visualizou, sobre um armário, uma caixa de sapato. Segundo os policiais, no seu interior continha  a quantia de R$ 305,65 reais em moedas e mais R$ 30,00 em notas trocadas.

Ao lado da caixa de sapato, os policiais também localizaram as 278 porções de cocaína as quais estavam embaladas e prontas para comercialização, uma tigela plástica contendo cocaína, 42 embalagens plásticas transparentes costumeiramente utilizadas para embalagem do entorpecente e mais três aparelhos celulares.

Ao ser questionada a jovem alegou que toda aquela droga pertencia a seu companheiro. Diante dos fatos, a adolescente foi detida e conduzida até o Plantão Policial juntamente com as drogas, bem como dinheiro e celular. Dado ciência autoridade que, cientificada dos fatos, determinou a elaboração do Registro de Ocorrência (RDO)  por Ato Infracional/Tráfico de Drogas. Ao término da ocorrência a adolescente foi liberada para sua genitora.